Como criar meu site?, etapas

por Francisco Gomes
Acessos: 516

É sabido que tudo que queremos fazer de forma correta, sem perda de tempo, sem a necessidade de retrabalho e aumento de custo, temos que ter organização, planejamento e objetividade, portanto

antes do início de qualquer projeto, faz-se necessário montar um planejamento, um plano de ação com todas as etapas que envolvem a criação de um site; e como descobrir quais são as etapas necessárias ?

Brainstorming

É uma técnica utilizada para várias situações e aplicações, cujo objetivo principal e fazer com que os participantes possam colaborar com idéias para a criação deste novo produto/serviço. E para elucidar uma série de dúvidas, bem como elencar os passos em ordem hierárquica para a criação de um site, nada melhor do que o brainstorming, ou seja, reunir a equipe e aguça-la, incentiva-la a utilizar de sua experiência para gerar o maior número de idéias possíveis para o tema proposto.

Briefing

Com as informações colhidas no brainstorming, é hora de montar um roteiro e a técnica utilizada é o briefing, ou seja, montar um roteiro de ações, de forma hierarquizada que tenha como objetivo encontrar o caminho a seguir para a criação do site, com todas as páginas, suas funcionalidades que sejam capazes de suprir as necessidades do cliente.

Design

Com todas as informações em mãos, podemos dar início à produção visual do site, desde o seu conceito, linguagem visual a ser utilizada até a produção.
O objetivo do design é transformar todas as informações em páginas bonitas para atrair a atenção, que tenham uma leitura e entendimento agradável para facilitar a compreensão do conteúdo.
Não esqueça que antes da beleza, você deve se preocupar com as funcionalidades e o atendimento do objetivo principal do site.

Codificação

Bem, este passo requer um conhecimento técnico específico, em especial na linguagem de programação voltada para internet, pois no processo de codificação, iremos transformar as páginas já criadas no passo anterior, em códigos interpretáveis por um navegador.
Calma, calma, não estamos falando em termos marítimos, mas sim dos web browsers ou simplesmente browser.
Exemplos de Navegadores: Internet Explorer, Mozila Firefox, Google Chrome, Safari, etc. Linguagens de Codificação: HTML5, CSS, PHP, Javascript, etc.
Lembre-se, este código é estático, ou seja, as informações nele contidas, sofrerão alteração, apenas se o código for reescrito.

Programação

Eu costumo dizer que este é o momento que o programador adiciona inteligência ao site, ou seja, ele torna o código dinâmico, pois desta forma os administradores do site poderão gerenciar o conteúdo através de um painel administrativo, que pode ser reservado, com utilização de usuário e senha, ou não conforme pré-requisitos anotados quando do brainstorm e briefing.
É neste momento que é feito uma série de testes em todas as funcionalidades do site para evitar que este seja publicado com algum erro, ou funcionalidade esquecida.

Publicação

Agora com o site totalmente criado, testado à exaustão, eis que é chegado o grande e inesquecível momento de publica-lo na internet e torna-lo acessível ao mundo.
Segura a sua ansiedade que ainda falta alguns passos muito importantes, você precisa comprar/contratar dois serviços, são eles:
1º -> Domínio -> é o nome, endereço do seu site, exemplo www.meusite.com.br
2º -> Hospedagem -> para que possa ser visualizado por qualquer utilizador da internet, o site deve estar hospedado em um servidor web.

 

por: Francisco Gomes / Fevereiro de 2016

Veja também:

Criando formulário com ChronoForms
Como divulgar meu site, 10 dicas
Otimizando o Joomla 3
Criando sites incríveis para Joomla

Deixar seu comentário

Postar comentário

0
termos e condições.

Comentários